10/12/2005

textos dos leitores



Portal da intemporalidade voando,

pousado numa folha caída

de um Outono manso,

em diálogo intimo

de despedida,

entre urzes e sobreiros.

Lobo meu,

que de contradições pagãs,

vives a personagem mítica num sonho de mulher.



Texto de Maria de S. Pedro do livro: "Lua de Lobos"


3 dicas:

Blogger Papo-seco está¡ dito...

:)

quarta out 12, 11:12:00 da manhã GMT  
Blogger Lmatta está¡ dito...

oi
nada posso dizer
E se digo nada digo por isso a unica coisa que digo.
Beijos Grandes

quinta out 13, 11:04:00 da tarde GMT  
Blogger Quem sabe... está¡ dito...

-Hummm....
bjs salgados...mas não mt salgados, que fazem sede....;)***

segunda out 17, 12:42:00 da tarde GMT  

Enviar um comentário

<< Home